PARAUAPEBAS

MULHER FOI PRESA ACUSADA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO CONTRA O PRÓPRIO COMPANHEIRO

Durante a madrugada desta segunda-feira a polícia militar conduziu para a delegacia uma mulher que teria tentado contra a vida do companheiro.

Na madrugada desta segunda-feira (19/02), a polícia militar de Parauapebas, Sudeste do Pará, conduziu para a 20ª Seccional de Policia Civil, Maysa Cristina Lima da Silva, 37 anos, ela foi presa e apresentada na delegacia sob a acusação de tentativa de homicídio. O crime teria sido cometido contra o próprio companheiro o montador de andaime Sindeval de Jesus de Lima Santos de 45 anos. O homen foi atingido na perna, tendo o fêmur atingido por uma perfuração de arma branca. O crime foi registrado no bairro riacho doce também conhecido por palafitas.

Ele foi socorrido e deu entrada na emergência do Hospital Municipal em estado grave. A mulher foi presa no momento que acompanhava o homem no hospital, ela juntamente com a faça foram apresentadas na delegacia.

“A gente recebeu informações via CCO de que havia dado entrado no hospital um homem vítima de arma branca. Chegando no local tivemos conhecimentos de que se tratava do senhor identificado por Sindevel, em conversa com a vítima, ele informou que foi atingido pela companheira na perna, tendo a veia femural atingida. Ele foi internado e encaminhado ao centro cirúrgico. Em ronda pelo local conseguimos capturar a acusada e juntamente com ela foi encontrada a faca que foi utilizada no crime. Ela foi conduzida para a delegacia para os procedimentos cabíveis.” Ressaltou Sargento da Policia Militar Wanderlan.

Durante a abordagem policial a mulher não reagiu e se defendeu diante dos policiais das acusações de que havia furado o companheiro. Segundo apurações levantadas pela polícia o estado de saúde de Sindeval de Jesus é grave.

“Segundo ela o crime foi motivado por ciúmes por parte do companheiro. Ela será ouvida e posteriormente, bem como a vítima para se apurar o que de fato ocorreu. Segundo informações da equipe medica a situação da vítima é de risco e grave.” Destacou o Sargento da Policia Militar que atendeu a ocorrência.

Segundo a mulher, o companheiro teria lhe ameaçado que teria sido ocorrido por ciúmes. Na sua versão dos fatos Maysa alegou não ter cometido o crime e que o companheiro teria se ferido sozinho quando manuseava a faça. O casal mantem um relacionamento a 9 meses e segundo a suspeita eles são usuários de entorpecentes.
“Nós discutimos, onde ele pegou a faça e tentou me colocar pra fora de casa com a faca na mão. Só que ele se feriu e nem sentiu, eu já vi só o sangue escorrendo nas pernas dele. Não fui eu, tanto é que eu socorri ele e levei pro hospital, quando eu cheguei lá a guarnição já estava lá. Ele estava com ciúmes porque a gente foi comprar cerveja ai eu peguei fiquei no local e ele foi pra casa. E depois ele voltou pra me buscar então já saímos discutindo.” Relatou Maysa Cristina Lima da Silva, suspeita de cometer o crime.

PARAZÃO TEM DE TUDO/Caetano Silva



POPULARES

Topo