PARÁ

Fortes chuvas atingem o sudeste paraense e causam estragos sem precedentes

Novos abrigos estão sendo construídos no Núcleo Cidade Nova, em Marabá no sudeste paraense por conta do aumento do nível dos rios na região.

O Rio Itacaiúnas subiu consideravelmente nas últimas horas desabrigando dezenas de famílias. Assim como o Itacaiúnas, o Tocantins não deu trégua e, segundo a Defesa Civil Municipal, na manhã desta quarta-feira (11) estava marcando 11,56 metros acima do nível normal. O volume de alerta é 10 metros. Um dos bairros que começam a ser atingidos pela cheia é o Carajás I, que amanheceu na terça-feira com as ruas alagadas pelas águas, pegando de surpresa os moradores do local.

Diante do aumento de desabrigados no município, a Defesa Civil solicitou à Sevop – Secretaria de Viação e Obras Públicas – a construção de novos abrigos no final da Avenida Boa Esperança, no Núcleo Cidade Nova, para atender os desalojados pela enchente naquele núcleo.

Ainda segundo a Defesa Civil, estão cadastradas 1.425 famílias e outras 100 ainda serão inseridas nessa lista. Desse total, cerca de 400 estão alojadas nos abrigos da Prefeitura. O restante está em casas de parentes ou alugadas.

Com a subida dos rios nas últimas horas, várias famílias foram à sede da Defesa Civil Municipal para solicitar mudança das áreas alagadas, principalmente os Bairros Da Paz, Liberdade e Bom Planalto, no núcleo Cidade Nova; e Folha 33, no núcleo Nova Marabá.

No que tange à distribuição de donativos, a Defesa Civil informa que a prioridade são aquelas famílias oficialmente abrigadas pela Prefeitura. No entanto, essas famílias já receberam mantimentos por três vezes, sendo que o reabastecimento está previsto a cada 30 dias.

CRATERAS

Já são quatro pontos de interdição na rodovia BR-155, principal via de acesso aos municípios do sudeste paraense por conta das chuvas que vem caindo nos últimos dias na região. Os dados foram confirmados pela Polícia Rodoviária Federal. No início da tarde desta quarta-feira (11) uma carreta bitrem caiu em uma cratera que se formou no trecho próximo ao município de Xinguara. A força da água foi tão forte que acabou levando o caminhão.

Uma das crateras que estão sendo recuperadas por homens do DNIT fica próximo a Marabá, apenas um lado da pista está dando passagem aos veículos. Na BR-230, sentido Marabá-São João do Araguaia, uma outra cratera também se formou na terça, deixando o trânsito de veículos lento para os moradores que acessam os bairros Cidade Jardim e Total Ville.

(Dol)



POPULARES

Topo