ESPORTES

Paysandu bate o Brasil-RS e vence a terceira na Série B

O Paysandu fez valer o seu mando de campo na tarde deste sábado, na Curuzu, e conseguiu uma boa vitória por 2 a 1 sobre o Brasil de Pelotas, em partida válida pela terceira do Campeonato Brasileiro da Série B. O triunfo, que manteve o 100% de aproveitamento do Papão, foi construído com gols que saíram em um espaço de sete minutos. Renato Augusto abriu o placar e Cassiano, de pênalti, ampliou para os anfitriões. Pouco depois, porém, Lourency diminuiu e deu números finais ao embate.

Com mais um triunfo, os bicolores seguem dividindo a liderança da competiçãocom outras três equipes. Já o Xavante, que avia empatado duas partidas, perde sua primeira no torneio. Na próxima rodada, o time do Paysandu visita o Sampaio Corrêa, na sexta-feira, enquanto os gaúchos recebem o Figueirense, nesta terça, em Pelotas.

A vantagem dos donos da casa começou a ser construída quando, aos 20 minutos de bola rolando, Renato Augusto pegou sobra de bola na entrada da área e abriu para Claudinho pelo lado esquerdo. O meia acertou bom cruzamento para o próprio Renato, que invadiu a área adversária subindo mais alto que a defesa. O cabeceio acertou o canto direito do goleiro Marcelo Pitol, que não conseguiu praticar a defesa.

Pouco depois, o Papão aproveitou o embalo com Matheus Silva, que invadiu a área com a bola dominada, pelo lado direito, e foi atropelado por um carrinho de Rafael Vitor. Na cobrança, Cassiano, artilheiro da equipe paraense na temporada, deslocou Pitol para ampliar. A vantagem, no entanto, não foi mantida até o intervalo.

Depois de uma jogada individual de Alisson Farias pelo lado esquerdo, o próprio ponta descolou um belo passe, cruzando a área para Lourency. Cara a cara com o goleiro, o atacante mostrou categoria para deslocar o adversário e levar os gaúchos com apenas um gol de saldo negativo para o descanso.

A etapa final, no entanto, não mostrou tanta precisão das equipes. O primeiro lance de perigo veio em cabeçada de Michel que carimbou a trave paraense. Na resposta, Cassiano recebeu em velocidade, invadiu a área e bateu com a perna esquerda, mas parou em boa intervenção de Pitol.

Com o passar do tempo e o cansaço da equipe, Dado Cavalcanti optou por promover a estreia do ex-são-paulino Thomaz, que substituiu Claudinho. O atleta, que ainda tem vínculo com o Tricolor, quase deu o passe para um terceiro gol, mas Mateus Muller acertou o travessão após a assistência e decretou o placar em 2 a 1 para os donos da casa.

FICHA TÉCNICA
PAYSANDU 2 x 1 BRASIL DE PELOTAS
Local:
 estádio da Curuzu, em Belém (PA);
Data: 28 de abril de 2018, sábado;
Horário: 16h (de Brasília);
Árbitro: Paulo Henrique Vollkopf (MS);
Assistentes: Eduardo Gonçalves e Daiane Muniz (ambos do MS);
Cartões amarelos: Cassiano, Diego Ivo e Thomaz (Paysandu); Artur, Sousa e Valdemir (Brasil);
Cartão vermelho: Artur (Brasil);
Gols: Renato Augusto aos 20’, Cassiano aos 24’ e Lourency aos 27’ do 1º tempo;
Paysandu
Renan Rocha; Perema, Edimar e Diego Ivo; Matheus Silva, Renato Augusto, Nando Carandina e Mateus Müller; Mike (Renan Gorne), Cassiano (Magno) e Claudinho (Thomaz). Técnico: Dado Cavalcanti.
Brasil-RS
Marcelo Pitol; Eder Sciola, Rafael Vitor, Rafael Dumas e Artur; Vacaria (Zé Augusto); Sousa, Valdemir (Kaio), Alisson Farias e Lourency; Michel. Técnico: Clemer.
 GazetaEsportiva.Net


POPULARES

Topo