TRAGÉDIA EM BRUMADINHO

PAI DE “LENILDA ANDRADE” DESAPARECIDA EM BRUMADINHO COLHE MATERIAL PARA EXAME DE DNA

O pai da paraense Lenilda Andrade, de 35 anos, desaparecida durante o rompimento da barragem em Brumadinho, Minas Gerais, realizou nesta quarta-feira, 30, coleta de material genético para tentar identificar o corpo da filha. Os Bombeiros já identificaram 51 dos 84 corpos, que já foram entregues aos familiares para sepultamento.

Manoel Almeida Andrade está em Brumadinho há cinco dias e ainda não conseguiu encontrar a filha. As vítimas estão sendo identificadas a partir de agora pela arcada dentária e pelo exame de DNA.

“A maioria dos corpos está chegando já em avançado estado de decomposição e vários segmentos corpóreos. Então, a partir daí, principalmente em relação aos segmentos corpóreos, temos que montar um quebra-cabeça”, disse o delegado da Polícia Civil, Arlen Bahia da Silva.

As buscas estão sendo feitas por 350 homens do Corpo de Bombeiros dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa catarina, Espírito Santo e Goiás. Há outros 33 integrantes da Força Aérea Brasileira e 60 do Exército. Helicópteros são utilizados para resgatar os corpos. Militares israelenses também participam da operação.

Fonte: Roma News


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo