PARAGOMINAS

POLÍCIA CÍVIL PRENDE TRÊS SUSPEITO DE VIOLÊNCIAS SEXUAIS E DOMÉSTICAS

PARAGOMINAS

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nos últimos dias, três homens por crimes relacionados à violência doméstica contra a mulher e estupro de menor de idade (vulnerável), em Paragominas, nordeste paraense. As prisões foram realizadas entre os dias 11 e 13, por policiais civis que atuam nas Delegacias Especializadas de Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca) e de Atendimento à Mulher (DEAM). Segundo a delegada Amanda Costa, da DEAM/Deaca de Paragominas, um dos presos é Everton Bezerra Lopes, preso em flagrante, na Rua Campo Grande, bairro do Jardim Bela Vista, Paragominas/PA, nesta quarta-feira (13). A equipe da DEAM de Paragominas apurou que o preso mora com a mãe, que tem 80 anos de idade e mais três sobrinhas.

Viciado em drogas, ele furtou o telefone celular de sua mãe, no último dia 10, por volta de 23 horas, com objetivo de trocar por pedras de cocaína. Segundo os relatos de testemunhas, ele só reapareceu em casa após dois dias, quando arrombou a porta da frente da casa e tentou furtar uma bicicleta também com a intenção de trocá-la por drogas. Uma sobrinha do acusado tentou impedir o tio de levar a bicicleta e acabou agredido com um soco no rosto. Outra vítima, cunhada do acusado, foi atingida pelo agressor com um pedaço de madeira na cabeça ao tentar defender o esposo, que é irmão de Everton. O preso foi autuado em flagrante pelos crimes de furto e lesão corporal no âmbito da violência doméstica.

ESTUPRO Ainda, no dia 13, policiais civis da DEAM e Deaca de Paragominas prenderam por prisão preventiva, acusado de estupro de vulnerável, Carlos Batista de Sousa, de apelido Baiano. A prisão foi realizada na Rua Paraguaçu, bairro do Jaderlândia, em Paragominas. As investigações que levaram à prisão de Carlos Batista tiveram início no dia 18 de janeiro deste ano, após a equipe de policiais civis receber informações de que uma criança de 10 anos teria sido vítima de abuso sexual por parte do investigado. Após a realização de escuta especializada, a menina confirmou que Carlos a obrigou a entrar em uma serraria próxima à sua residência e ali praticou, mediante violência, atos libidinosos (toques pelo corpo).

A vítima relatou ainda que o investigado lhe ofereceu R$ 2,00 pelo ato sexual. Diante das informações, a Polícia Civil requereu à Justiça a prisão preventiva do acusado que já havia fugido da cidade para uma comunidade na zona rural conhecida como Caipe. Com apoio do Destacamento da PM situado na localidade, os policiais civis efetuaram a prisão de Carlos. Ao ser interrogado, ele alegou aos policiais civis que teria sido seduzido pela criança de 10 anos. Ele acusou ainda a vítima de lhe ter oferecido R$ 15,00 para que ficasse em silêncio e não o acusasse.

OUTRO CASO Ronivon de Sousa Quadros foi indiciado pelo crime de violência doméstica contra a ex-cunhada, no último dia 11. A vítima procurou a Delegacia para informar que o acusado teria arrombado a casa em que residia com seu ex-companheiro e do local saqueado pertences que ainda restaram no imóvel e que seriam recolhidos após a entrega das chaves. O local fica na Rua Bom Sucesso, no bairro Ouro Preto, sede do município. Durante a ação criminosa, explicou a vítima, o suspeito teria usado uma faca para furar o travesseiro da cama em que a vítima dormia na casa, como forma de ameaça.

Ao prestar depoimento, a vítima solicitou medidas protetivas à Polícia Civil. Conforme apurou a equipe policial, a família do acusado, que é viciado em entorpecentes, acobertou o crime por ele cometido e auxiliou na tentativa de fuga para evitar a prisão em flagrante. Após diversas investigações, ele resolveu se apresentar na Delegacia. Em depoimento, o acusado alegou que cometeu o crime influenciado pela ingestão de bebida alcoólica e que, ao invadir a casa da vítima, segundo sua versão, fez isso porque desconfiava que a mulher estaria com outro homem no local. Ronivon vai responder pelos crimes de furto qualificado e ameaça, conforme a Lei Maria da Penha.


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo