POLÍTICA

VEREADOR ELIAS DA CONSTRUFORTE VOLTA A FALA DO GOVERNO DA OPORTUNIDADE

As sessões ordinárias da câmara municipal de Parauapebas, ficam cada dia mais interessante na Capital Nacional do Minério, onde a oportunidade é para minoria que a conquista.


O vereador Elias da Construforte, foi o primeiro a usa a tribuna da casa de leis da oportunidade. Em seu pronunciamento, o legislador fala que no dia 14 deste mês, o gestor executivo anunciou o maior programa de reforma de unidades escolares que serão 43 escolas beneficiadas, é parabenizou o mesmo. Mas, também voltou a perguntar, porquê? Ao invés de aderi uma ata de uma empresa sabe lá de onde?


Nem um momento o governo não fez uma licitação para que as empresas de Parauapebas pudesse concorrer. Porque? que somente agora o governo resolveu colocar à execução justamente no período escolar que as crianças estão nas escolas na sala de aula, como vai ser feito a reforma pode ser só pintura vamos mexer em outras partes é uma dúvida. porque? esse contrato não conta detalhada no Portal da Transparência principalmente com a composição de preço unitário.


O Vereador Elias também voltou a fala dos led, dentro desse contrato outro assunto ainda sem resposta é o Pedido de cancelamento do contrato da LED em razão das unidades do processo licitatório, porque não se cancelou ainda o contrato de LED?


Já está mais que provado que os indícios de superfaturamento que aditamento bem como as atividades do processo inclusive nesses dois primeiros meses desse ano de 2019 foi pago mais que o dobro do valor pago em todo ano 2018, outra dúvida que ainda não foi nada porque que não cancelou contrato da terceirizada que estão escravizando e explorando os vigias e ASG zeladora de motorista em fim e onde são todas as empresas por que são tão fortes quem está por trás delas, bem deixa aqui esse questionamento temos certeza que eles também são de grande parte da população gostaria de saber sobre a (greve) no complexo VS10, Elias diz, que entende o motivo que a população do complexo estão fazendo a greve é justa é não interessada. Qual que é a motivação que levou o Líder fazer? Sabe o que interessa, é que esse motivo é justo, ou não, no caso deles o motivo é justo da mais notável.


“Eu estive no palanque do governo das oportunidades ouvir por várias vezes ser informado que é complexo VS10 seria prioridade que seria um dos melhores bairros de Parauapebas hoje eu fico triste quando eu vejo a máquina tentando jogar a liderança, em vez de resolver esse caso o governo usar a força da máquina para resolver a situação, porque dinheiro tem tempo para fazer tem o que falta é força de vontade vamos resolver a situação dos pessoais da vs 10 em vez de ficar jogando Líder contra Líder”.

Com relação ao Projeto de Lei n° 09/2019, de autoria do Executivo, quero agradecer por terem atendido mais uma indicação de minha autoria.

Dia 20 de fevereiro do ano passado eu fiz a indicação 01/2018 solicitando que o Executivo criasse um programa de transferência de renda para atender famílias de baixa ou nenhuma renda.

Tenho certeza que quando estiver em vigor este programa social beneficiará, momentaneamente, inúmeras famílias em vulnerabilidade social.

Mas temos que focar mesmo é em emprego. Pois só um trabalho é capaz de resgatar a dignidade das pessoas.

Já o Vereador Horácio Martins, reclama de radares instalados em Parauapebas e pede que sejam retirados das ruas, pois os mesmos estão tirando dinheiro da Cidade e levando para outro Estado. Trecho de suas palavras em depoimento, o vereador afirma ter várias multas, e fala que é normal.

O presidente da casa de leis, o senhor Luiz Castilho, em suas palavras finalizando a sessão de hoje terça-feira, 19, fala em resposta ao questionamento do vereador Horácio Martins, que “os redutores de velocidades, são advertências que todo cidadão que não presa pela integridade física do outro, possa refletir sobre a sua desatenção.

Se retirarmos os radares vai ser uma bagunça, pois, se já não respeitam os limites de velocidades com os radares, sem eles pode ficar pior, e concluiu a sessão afirmando que as advertências existem para deixar o condutor mais esperto, pois transeuntes não podem pagar por causa de um infrator”.

Horácio Martins – “Tenho provas que esses radares trazem transtornos significativos para a vida do trabalhador, e eu sou um deles também. Assim como luto por vocês, luto em minha defesa também. Me criticaram nas redes sociais, afirmando que eu só critiquei os radares porque tenho multas, e como sou cidadão de Parauapebas com muito orgulho, tenho multas sim e irei recorrer, assim como todos os cidadãos também devem fazer quando identificarem alguma irregularidade.

“A Empresa Atlântica Tecnologia leva o dinheiro de nossos trabalhadores para Fortaleza para os donos ir para a praia e dar risada de nossa cara. Foi feito um contrato com essa empresa no valor de R$ 29 milhões em 2015 e até hoje aditivos estão sendo feitos sem licitação.

Em 2015 a empresa faturou R$ 2 milhões, em 2016, foram R$ 3 milhões, em 2017, mais de R$ 4 milhões, em 2018, mais de R$ 8 milhões e em 2019, até agora, quase R$ 1 milhão”, informou Horácio Martins


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo