NOVO REPARTIMENTO

POLÍCIA PRENDE A PRINCIPAL SUSPEITA DA MORTE DO EMPRESÁRIO OTAVIANO CALDAS

Na última quinta-feira (21), a Polícia Civil do Pará, através da Divisão de Homicídios, deu cumprimento ao mandado de prisão de Glaúcia Oliveira Silva, na cidade de Novo Repartimento. A acusada é ex-esposa de Otaviano Caldas e a principal suspeita no crime que ceifou a vida do advogado e empresário em 2018. A prisão ocorreu através de investigações da operação “Charta”, que faz alusão à profissão da vítima que além de advogado também era tabelião.

Deflagrada na madrugada de ontem (21), em equipe composta pelos Dpc. Dauriedson Bentes, Epc. Jairo Sousa, Ipc’s Gilberto da Conceição e Marco Antônio Matos. Ainda durante a prisão, foram apreendidos 127.000,00 (cento e vinte sete mil reais), valores em espécie, produto de vendas dos bens deixados pela vítima e que estava em inventário na justiça de Novo Repartimento.

Também foi apreendida uma Hilux produto do crime. As investigações continuam, no intuito de identificar e prender os demais envolvidos no sequestro e homicídio de Otaviano, crime que chocou a população de Novo Repartimento.

Relembre o caso:

Otaviano Caldas foi sequestrado e morto na noite de 31 de Janeiro de 2018. O empresário estava em sua fazenda, há 3,5 quilômetros da sede do município, quando foi surpreendido pelos sequestradores, segundo informações, dois homens armados que invadiram a propriedade.

Funcionários e familiares de Otaviano foram amarrados e feitos reféns, enquanto os invasores levaram a vítima em seu próprio carro para a morte. O corpo do advogado foi encontrado há seis quilômetros da cidade, logo depois da ponte do Rio da Direita, na direção de Marabá. Segundo laudo emitido na época, o empresário foi morto com tiros na cabeça.


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo