PARAUAPEBAS

UMA PONTE QUEIMADA QUE JÁ DURA DOIS ANOS SERÁ CONSTRUÍDA NO MÊS DE ABRIL

Nosso corresponde da redação do Parazão Tem de TudoSan Diego” esteve visitando a comunidade do Bairro Novo Brasil um dos Bairros periférico da cidade de Parauapebas Sudeste do Pará, e por lá o blogueiro pode acompanhar de perto, a peleja diária dos moradores daquela localidade, onde crianças, adultos e idosos, necessitam apenas de uma ponte que dá acesso ao logradouro que foi queimada há dois anos pela indignação dos moradores por não terem resposta do poder público.

A pequena ponte de madeira fica sobre o igarapé ilha do coco, na Rua Buriti, um morador da comunidade Raimundo Nonato, diz que há mais de dois anos, a cabeceira da ponte começou a ceder, e logo no dia seguinte a ponte estava submersa pela forte água do período chuvoso.

Todos os dias centenas de pessoas se arriscam passando pelo acesso improvisado com tabuas, feito por moradores. A maior preocupação é com as crianças que precisam se arriscar diariamente para chega a única escola infantil que fica a pouco metros da ponte.

Ainda de acordo com outro morador que reside perto da ponte, falou, que os servidores da prefeitura vieram no local que dá acesso à ponte, e colocaram uma carrada de barro na beirada da passagem. No dia 25 de setembro de 2018, por volta das 9h da manhã, um grupo de moradores protestaram contra a prefeitura, pois, a Secretaria Municipal de Obras (Semob) ainda no comando da Senhora Silvania Farias, prometeu a criação da ponte no Bairro, onde é crucial para ter acesso à escola, fazendo com que os alunos e pais, até mesmo os moradores, tenham que atravessar o rio através de uma ponte improvisada com pedaços de madeira.

A obra nunca nem deu os primeiros passos e está a dois anos nesta situação, desde o início do mandato do prefeito Darci Lermen, a ponte foi derrubada para a criação de uma nova, porém, ainda não veio a acontecer, resultando na voz do povo clamando nas ruas com cartazes escritos “prefeito queremos ponte, temos que levar nossas crianças à creche, esqueceram da ponte do Novo Brasil”. Naquele dia A manifestação parou o trânsito de Parauapebas, próximo ao viaduto, deixando várias pessoas paradas na via sem passar.

Os manifestantes atearam fogo em pneus, interditando a PA 275 , segurando cartazes para chamar a atenção e alertar o governo do município. A Guarda Municipal e DMTT esteve no local e acabou com a manifestação.

O corresponde San Diego , conversou via whatsapp com o atual secretário de obras, Wanterlor Bandeira, que disse que “a construção da ponte iniciara no mês de abril deste ano”, Bandeira também explicou porque da demora da obra, que em processo, iniciado em 2017, que ficou parado por demanda judicial por parte de uma das empresas concorrentes, que já conseguiu ser destravado este ano. E já tem até vencedor: foi a construtora MM de Jesus, que topou tocar o serviço por R$ 3.674.700,44, proposta mais vantajosa para a Prefeitura de Parauapebas.

E também a construção de mais cinco de pontes no município. A soma dessas construções chegam a cem metros de extensão. São elas: a ponte do Bairro Novo Brasil (de 18 metros), duas entre o Novo Brasil e o Amazônia (cada uma com 12 metros), uma entre o Bairro Ipiranga e o Vale do Sol (de 24 metros) e duas na PA-275 (ambas com 18 metros).

De acordo com o secretário Wanterlor Bandeira, a construção das pontes vai impactar positivamente o atendimento dos transportes coletivo e individuais, “dando maior fluidez e praticidade nas atividades da população”. Ele acrescenta que a melhoria na mobilidade é de total interesse do governo, pois, facilita o aperfeiçoamento profissional contínuo das pessoas, o lazer, o acesso a equipamentos de saúde, educação e cultura, entre outros.

Por: San Diego


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo