PARAUAPEBAS

AGENTE DE TRÂNSITO É PRESO POR CRIME DE ÓDIO CONTRA A EX-MULHER

A polícia anunciou a prisão de Diógenes Samaritano, na tarde de hoje 31, acusado de feminicídio a ex-esposa, Dayse Dyana Lemos, 34 anos. Ele é acusado de jogá-la do 2º andar do prédio onde moravam, na Rua Canindé, Residencial Parque dos Carajás, em Parauapebas.

A vítima esteve separada do ex-marido, com medida protetiva, mas teria reatado o casamento. Hoje, o conturbado relacionamento teve um fim trágico com a morte dela.

Depois de postagens de uma irmã da vítima, nas redes sociais, Diógenes Samaritano passou a ser procurado. Ele ainda teria fugido, carregando o filho do casal, encontrado, mais tarde, pela polícia, com uma funcionária. A Polícia Civil anunciou que em nenhum momento os advogados do acusado fizeram contato, negociando uma possível rendição,
portanto ele teria sido preso em flagrante delito. Já os advogados do agente de trânsito disse que sua rendição foi espontânea.
Por volta de 16 horas, o IML ainda não tinha removido o corpo.

Diógenes Samaritano, acusado de feminicídio

Samaritano em sua defesa disse que a mulher se suicidou, mas para o delegado que investiga o caso a altura da janela da qual supostamente Dyana teria se jogado possivelmente não daria para provocar a morte instantânea de Dayse Dyana.

Diógenes trabalhou como agente de trânsito em Marabá e em Parauapebas. Atualmente, ele exercia a função de agente do Detran-Pará. O crime chocou as duas cidades, pois ele era bastante conhecido em ambos os municípios.
A Polícia segue investigando o caso.


1 comentário

1 comentário

  1. Pingback: CASO DAYSE: SAMARITANO É DENUNCIADO POR MAIS UM CRIME – Parazão Tem de Tudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo