PARAUAPEBAS

LÂMPADAS SUPER LED GERAM MEIO MILHÃO DE ECONOMIA NO CONSUMO DE ENERGIA DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Era uma noite clara como o dia quando se inaugurou o novo Parque e Iluminação Pública em Parauapebas; pondo fim às muitas reclamações vindas da população diante das constantes queimas de lâmpadas o que deixava ruas inteiras às escuras fato que dificultava a vida das pessoas de bem e facilitava a vida dos que se aproveitavam para praticar assaltos. “O novo parque de iluminação pública é bem mais que qualidade de vida; é segurança pública, é beleza para a cidade e conforto para quem sai ou volta para casa no período noturno”, disse Darci em seu discurso inaugural, ato ocorrido na Praça de Eventos, onde, milhares de pessoas compareceram para comemorar a novidade que foi implantada dentro de um cronograma estabelecido pela SEMURB – Secretaria Municipal de Serviços Urbanos.

Em um ambiente cuja claridade se assemelhava o dia, milhares de pessoas participaram da inauguração.

De acordo com Edmar Cruz Lima, Parauapebas tinha um sistema de manutenção um tanto ultrapassada, o que foi confirmado em diagnóstico feito pela SEMURB quando se chegou à real situação do sistema de iluminação pública, com a conclusão que a solução seria mesmo a substituição de todas as luminárias por outras de led, uma tecnologia mais moderna.
O diagnóstico, conforme mensurado por Edmar, foi encerrado em agosto de 2017, quando logo se fez a abertura do processo licitatório para a aquisição do material necessário e da contratação de empresa para a execução do serviço para a mudança no parque de iluminação pública, assim, tão logo concluíram os trâmites se iniciaram os serviços.

Edmar Lima falou da economia trazida pelo novo parque de iluminação pública

Tudo foi iniciado pelas avenidas Havana (bairro Vila Rica); e dos Ipês (bairro Cidade Jardim); Rodovia PA-160; além de muitas outras que estavam totalmente às escuras, somando pelo menos 25 quilômetros. As citadas avenidas estavam nestas condições por causa de furtos dos cabos que, por serem de cobre, material de fácil comercialização e bom valor no mercado.

Darci acionou o sistema em ato simbólico

Novo sistema de iluminação pública – Foram necessárias cerca de 33.700 mil novas luminárias, todas SUPER LED, novidade que geram uma redução de 62,1% no consumo de energia da iluminação pública. De acordo com a SEMURB, antes das lâmpadas de LED serem instaladas, o consumo de iluminação pública do município custava em média R$ 1.464.909,21 (um milhão, quatrocentos e sessenta e quatro mil, novescentos e nove reais e vinte e um centavos) mensais, valores repassados à concessionária de energia, Celpa. Com a conclusão da implantação do novo parque de iluminação pública, a fatura fecha em média em R$ 555.200,59 (Quinhentos e cinquenta e cinco mil, duzentos reais e cinquenta e nove centavos), uma economia de quase um milhão de reais por mês. “Outro importante ganho está na eficientização do sistema, além da economia, tanto na substituição, já que as lâmpadas de led têm uma vida útil de pelo menos 12 anos”, mensura Edmar Lima, explicando ainda que a arrecadação, com o antigo parque de iluminação, era deficitária; ou seja, se arrecadava cerca de R$ 1 mi e pagava-se para a concessionária de energia elétrica cerca de R$ 1,2 milhões, acumulando assim por mês um déficit de pelo menos R$ 200 mil. Com a eficientização do sistema, a conta deverá cair para R$ 500 mil, o que dará ao município um superávit de pelo menos R$ 500 mil por mês.

Já prevendo estas mudanças, o município de Parauapebas já criou a legislação com o Fundo específico para Iluminação Pública e é nele que será depositado o superávit, podendo ser usando único e exclusivamente para este fim, podendo ser aplicado em ampliação da rede de iluminação pública e modernização do sistema. “Agora com a conclusão da modernização do sistema com as substituições de todas as luminárias, este superávit passará a ser lucro, o que me dá o direito, já que a lei não me permite utilizá-lo para outros fins, posso fazer uma reavaliação da taxa de iluminação pública e retribuir o contribuinte com a baixa na contribuição da iluminação pública”, explica Edmar, detalhando que outro avanço implantado com o novo parque de iluminação pública em Parauapebas, é o georreferenciamento do sistema que cadastrou cada poste, podendo ser conferido e administrado da base de telegestão gerido através de aplicativo; além de que, o novo modelo de luminárias instalado é conjugado, não tendo as quatro peças, como as antigas que atualmente são utilizadas.

Por: Francesco Costa


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


POPULARES

Topo