Curionópolis

Novamente o SINTEPP-Curiónpolis, podem decidir a paralisação das aulas nesta segunda-feira.

A Subsede do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (SINTEPP) publicou edital da Assembleia nesta sexta-feira (01/06) convocando a categoria para discutir pautas relevantes, dentre eles, a adesão à greve da rede estadual, na qual, vários municípios do interior do Pará já aderiram e ainda paralisação das atividades na rede pública municipal de ensino em virtude do descumprimento do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos profissionais do magistério.

De acordo com o coordenador do SINTEPP, Hebber Kennady, após várias tentativas de agendamento da mesa de negociação com a prefeitura visando discutir pautas entregues à Promotoria de Justiça de Curionópolis, a categoria continua não recebendo as gratificações da zona rural e do acompanhamento dos alunos especiais na sala de aula.

H2

Infelizmente, tentamos agendar a mesa de negociação com a Secretaria de Educação, Procuradoria, Secretaria Municipal de Administração e gabinete, em março, abril e maio e, até o momento, a prefeitura não sinalizou uma data específica para que possamos entrar em acordo em relação ao cumprimento de dispositivos legais das gratificações e demais retroativos dos profissionais do magistério. Os direitos da categoria continuam sendo violados”, destaca o coordenador.

Atraso – Caso a paralisação dos professores da rede pública municipal de ensino seja deflagrada, o calendário letivo deve sofrer novos ajustes, considerando ainda os atrasos em virtude das “pinturas” nas escolas da rede pública municipal de ensino e, recentemente, a paralisação nacional dos caminhoneiros. O Sintepp Curionópolis também continua cobrando as reformas amplas que podem ofertar um ambiente climatizado nas salas de aula durante este período quente que afeta alunos e professores.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa – Sintepp Curionópolis



Populares


To Top