ALEPA

DEPUTADOS ESTADUAIS EMPOSSADOS ELEGEM NOVO PRESIDENTE DA ALEPA

Nesta sexta-feira (01/02), os deputados estaduais tomaram posse e elegeram o novo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) para a 19ª Legislatura. A sessão foi realizada no plenário Newton Miranda e elegeu como presidente da Casa Legislativa o deputado estadual Dr. Daniel Santos para mandato de 2019-2020. O placar da votação ficou com 37 votos a favor, dois votos nulos, uma abstenção e um voto em branco. A sessão foi presidida pela deputada Cilene Couto e secretariada pelos deputados Martinho Carmona e Thiago Araújo. O governador do Estado, Helder Barbalho, participou da Sessão Solene.

O presidente eleito, Dr. Daniel Santos, destacou em seu discurso de posse e em entrevista coletiva concedida logo após o término da Sessão Solene, “que tudo que for de interesse da população paraense será feito pelo parlamento estadual”. Eleito pela primeira vez para um mandato de deputado estadual, o novo chefe do Poder Legislativo destacou que terá como prioridade em sua gestão trabalhar para uma maior aproximação do parlamento com a sociedade. “Uma das coisas que temos que investir na Alepa é a parte da comunicação para fazer com que ela chegue em locais mais distantes. Precisamos criar mecanismos para fazer com que a comunicação chegue em todas as regiões, investir em redes sociais, por exemplo. E mais do que nos comunicarmos com a população, é importante ouvi-la”, destacou Santos.

Sobre a relação do parlamento estadual com o governo, o presidente enfatizou que todos os projetos e ações governamentais que forem de interesse da população terão o apoio da Casa Legislativa. “Essa Casa terá a sua independência e uma convivência respeitosa, tanto com Executivo quanto com o Judiciário. O governador Helder Barbalho pode ter certeza de uma coisa: tudo que for para o bem da população e tudo que for somar para a nossa população terá a Casa (Legislativa) como aliada”, ressaltou.

Trajetória – Nascido em Açailândia, no Maranhão, o deputado Dr. Daniel Santos mudou-se para o Pará aos três anos de idade. Formado em Medicina, pela Universidade Federal do Pará (UFPA), o novo presidente iniciou a carreira política em 2012 como vereador no município de Ananindeua, foi reeleito para o cargo em 2016 e agora foi o deputado estadual mais votado no último pleito eleitoral no Pará. Sobre a votação expressiva que recebeu, ele disse não se surpreender. “Essa votação, assim como tudo na vida, é fruto de trabalho. Em 2012 fui o segundo vereador mais votado em Ananindeua, em 2016, fui o mais votado, e agora fui eleito o deputado estadual com o maior número de votos. E como sempre digo, isso é resultado de um trabalho do dia a dia. Quanto à presidência me surpreendeu os deputados escolherem um nome novo, uma pessoa de primeiro mandato, como sendo a melhor pessoa para agregar tanto os deputados novos – que representam mais de 50% do parlamento estadual – quanto os que já estavam. Mas irei trabalhar todos os dias para honrar essa escolha e para fazer com que essa Casa seja a mais transparente possível e trate todos os deputados de maneira isonômica e igualitária”, destacou. “A minha candidatura foi construída a muitas mãos, com vários partidos, e o governador Helder foi um interlocutor junto ao MDB. E penso que a vontade dos deputados e a construção junto a eles foi o mais determinante”, acrescentou.

O novo presidente falou também que, primeiramente, quer conhecer todos os setores e avaliar quais funcionam, o que está deficiente e o que pode ser feito para que todos os setores sirvam melhor a população. “É importante organizar a Casa. Eu sou médico e sempre faço a analogia com o hospital, onde mais importante do que as paredes, são as pessoas”, disse Dr. Daniel Santos, que, atualmente, está sem partido político e disse que “vai pensar na escolha do seu novo partido mais adiante”.

Meio Ambiente – Outra pauta considerada importante pelo presidente eleito é a questão ambiental. “Não dá mais para aceitarmos as mesmas empresas, que são as que cobram desenvolvimento sustentável da Amazônia, mas extraem recursos do nosso solo sem cuidados”, destacou. “E o primeiro passo nesse sentido, o governador Helder fez com a criação de um grupo de trabalho, que poderá ver local por local, barragem por barragem. E eu acho que a Alepa não pode se furtar desse tema e ela tem que chamar a sociedade civil organizada, Ministério Público, Judiciário e Executivo para que todos nós possamos discutir a pauta ambiental”, concluiu, destacando a proposta de criar um grupo de deputados que possa visitar esses locais de projetos junto com a sociedade civil.

Dos 41 deputados estaduais eleitos no último pleito eleitoral, 19 foram reeleitos e 22 são novos parlamentares que vão integrar o parlamento estadual. A renovação parlamentar é de cerca de 53%. A participação da mulher no parlamento estadual aumentou de três para dez parlamentares.

Texto: Avelina Castro


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POPULARES

Topo